Google+

31 de jul de 2017

O Exterminador (The Exterminator)

O justiceiro urbano !


Em postagem anteriores, trouxe um justiceiro tupiniquim de Horas Fatais, nessa, vamos acompanhar mais um que vai fazer justiça com as próprias mãos, desda vez em Nova Iorque de 1980. Aqui temos dois soldados americanos, John Eastland (Robert Ginty) e Michael Jefferson (Steve James) que estão presos pelos vietcongues e que são testemunhas das barbares dos algozes. Numa delas, temos uma decapitação, alias, muito bem feita por sinal.

Mas Michael consegue escapar e mata os vietcongues. Com os dois libertos, o filme corta para uma violenta Nova Iorque, dominada pela bandidagem. Ambos agora trabalham como estivadores no Bronx, um dos bairros mais pobres e violentos da cidade. Certo dia, um bando de vagabundos resolvem roubar cerveja do depósito onde trabalham e Michael (que voltou sanguinário do Vietnã), acaba com eles ajudando mais uma vez seu amigo que estava como refém.

O filme começa no Vietnã e bem explosivo !

Por ironia do destino, horas depois, os mesmos vagabundos, atacam Michael o deixando brutalmente ferido, paralitico e totalmente deprimido. John, que era até então, podemos dizer, mais calmo que o amigo, fica obviamente revoltado com a situação. O amigo tem a difícil missão de contar a esposa de Michael o que aconteceu. Já cena seguinte, John está transformado no exterminador e com um meliante amarrado na sua frente.

Enquanto em ''Desejo de Matar'', Paul Kersey demora para se tornar um justiceiro, aqui não temos enrolação, logo temos em ação o exterminador limpando as ruas da cidade. Após pegar a informação que precisa do paradeiro dos marginais que invalidaram Michael, John chega até eles com uma M-16 como se estivesse no Call of Duty deixando o líder vivo para ser devorado por ratos !!!!


Michael sendo atacado e recebendo a visita do amigo Exterminador.

Agora é preciso relatar a boa noticia ao seu amigo, John retorna ao hospital e comenta sobre um plano para ajuda-lo financeiramente. Roubar um gangster !!! O herói após saquear o cofre do mafioso, acaba o jogando num moedor de carne, numa cena bastante pesada (e divertida, sou mal, muito mal !).

O moedor de carne está com fome.

O filme acabou então ? Teve a vingança contra os vagabundos e John ajudou seu amigo com dinheiro. Rola os créditos... Não !!!! O herói gostou de acabar com bandidos e resolveu escrever para a policia, justificando sua matança, pois a lei e justiça não fazem o que deveriam fazer. John virou um Batman, saindo a noite, enfrentando o pior da cidade,, com a diferença que ele mata, de preferencia com requintes de crueldade !!

Dra. Megan e o policial Dalton.

Um de seus melhores enfrentamentos é quando ataca um lugar onde pervertidos pedófilos estão, incluindo um senador que tortura meninos com ferro de solda. Um exterminador assim faz falta no Brasil !!! A CIA então, entra na jogada para para-lo. Também, um policial chamado James Danton (Christopher George) caça o herói pelas ruas de Nova Iorque.

Para mostrar o quanto cruel é John, tem uma cena onde fabrica balas dundun, para quem não sabe, essas balas se expandem e fragmentam após o impacto. Esse projetil é condenado desde 1899 por motivos humanitários pois a mesma causa dores horríveis. Para ficar ainda mais cruel (sim, tem como), John acrescenta mercúrio nas balas, esse metal líquido é altamente nocivo a saúde. PQP !! É tão bem mostrado a fabricação caseira desse projetil, que a cena foi cortada em diversas versões lançadas em VHS pelo mundo, mas aqui no FILMELIXO a versão é a completa, sem censura !!! Não é para fazer isso em casa !

Marginais atacando uma idosa.
O filme nos mostra uma cidade de Nova Iorque sem esperança, caótica, dominada pela corrupção, marginalidade, uma guerra diária para sobreviver. Podemos reparar facilmente isso após um dialogo entre Dalton e a dra. Megan onde ele compara a cidade com a guerra do Vietnã. Alias, o policial talvez é uma das raras cenas onde temos um pouco de humor, já que o ambiente do filme é pesado, tendo um protagonista frio e calculista, mas claro, para o lado da bandidagem, já que ele ajuda a família de Michael.


John, que não tem piedade nenhuma, é possível que em certo momento, quem estiver assistindo sinta até pena dos marginais (eu não !). Para o filme, curiosamente, quem persegue o herói até o final é Danton e a CIA, para assim impedir problemas políticos, já que o atual governo prometeu acabar com a criminalidade, e John estaria ''atrapalhando''. O filme ainda conta com um final não tão previsível, até bacana na minha opinião.

John Exterminador fazendo mais uma ''vitima''.

O EXTERMINADOR é cheio de defeitos, edições toscas, roteiro com furos, atuações charlatãs, mas que sinceramente, não atrapalha em nada (claro, para aqueles que adoram um FILMELIXO), já que o objetivo do filme é simplesmente entrar na onda de ''Desejo de Matar'', mostrando vagabundos de todas as especies e mandá-los direto pro ''colo do capeta''. Tudo bem diferente do ótimo inicio, até parece que não teríamos um filme pra lá de ''B''.

Logo a festinha será interrompida.

O diretor desse divertido filme foi James Glickenhaus, que também produz e escreve. Outro sucesso seu foi ''The Protectot'' com Jackie Chan. Mas a grande paixão de James é carros, principalmente Ferrari. James, coleciona carros, incluindo versões raras de Ferrari. Abaixo um artigo bem legal sobre sua coleção:
https://www.flatout.com.br/um-passeio-pela-fantastica-colecao-de-jim-glickenhaus/

Alguns exemplares de sua coleção.

Voltando, teve uma continuação 4 anos depois do original (James escreveu os personagens, se limitando sua participação apenas a isso), tendo Robert Ginty reprisando seu papel. Desda vez uma gangue liderado por X (que nome, interpretado por Mario Van Peebles), começa a tocar o terror na cidade, fazendo com que o Exterminador retorne para chutar a bunda da bandidagem. Foi produzido pela saudosa Cannon Films e infelizmente não teve sucesso nenhum. Tiveram problemas de orçamento, censura, refilmagens, enfim, muitos problemas. Teve um orçamento de 3 milhões de dólares e faturou aproximadamente 3.7 milhões, sendo um fracasso comercial, tirando a chance de uma parte 3. Para se terem uma ideia, o primeiro custou 2 milhões e faturou 35 !!!

Robert Ginty faleceu em 2009 vitima de câncer. É pai do ator James Ginty, filho da primeira esposa de Robert, a também atriz, Francine Tacker. Mas com certeza o ator mais famoso de O EXTERMINADOR é Christopher George, famoso pelos filmes de faroeste na década de 60 e 70. Esteve também em ''Ninja - A Máquina Assassina (Enter the Ninja)'' de 1981, com Frank Nero Faleceu dois anos depois devido a um ataque do coração.

Foi relançado nos Estados Unidos em DVD e Blu-ray, algo que provavelmente aqui não teremos.

Trailer



O Exterminador (The Exterminator)
Estados Unidos
1980 - 102 minutos

Direção:
James Glickenhaus

Elenco:
Robert Ginty (John Eastman/Exterminador)
Christopher George (Detetive James Dalton)
Cindy Wilks (Candy)
Dick Boccelli (Gino Pontivini)
Robert Ginty (John Eastman)
Samantha Eggar (Dra. Megan Stewart)

Steve James (Michael Jefferson)

Download (versão legendada)
Comentários
8 Comentários

8 comentários:

  1. É um dos grandes clássicos trash dos anos oitenta. Este filme chegou a fazer sucesso no mercado de vhs.

    Robert Ginty, Steve James e James Glickenhaus são ícones do cinema trash.

    Glickenhaus tentou ainda transformar seu filho Jesse Cameron Glickenhaus em astro em dois filhos. O policial "Dupla Fatal" ao lado de Scott Glenn e a ficção "Viajantes do Futuro" com eterno "Sr. Miyagi" Pat Morita.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Sempre tentei ver esse filme mas as legendas sempre me traíram. Obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Clássico Trash. Imperdível para nós trashmaníacos. Convido o amigo FILME LIXO a dar uma olhada no filme VigasioSexploitation Vol.2 (2011)que eu postei no Cine Cult com legendas traduzidas por mim. É uma raridade. Com certeza vai apreciar. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza irei aparecer, alias, preciso voltar aos velhos tempos e postar os filmes lá também.

      Excluir
  4. Esse filme "O Exterminador " passava direto no SBT e foi lançado no nosso saudoso mercado de VHS pela extinta J.F Lucas Video ,o segundo foi passava na Globo ,foi lançado em VHS pela America Video e foi exibido pela ultima na TV Aberta na REDE TV! na sessão filmes intitulado "TV Terror" em 01/12/2001 .. falando no nosso mercado patetico home video esse filme e muitas perolas trash jamais serão lançado ,pois o mercado daqui esta morto e sem coragem e ousadia de lançar coisas boas para nos apreciadores de filmes trash,um abraço de Spektro 72 e parabens por continuar nos agraciar com os seus textos sempre divertidos.

    ResponderExcluir