Google+

11 de dez de 2014

Fat Head

A resposta para A Dieta do Palhaço !


Essa postagem é uma continuação de A Dieta do Palhaço, caso você não tenha lido, sugiro começar por lá.

FAT HEAD, veio para refutar tanto o filme citado, quando as inúmeras bobagens que é dita sobre gordura, qual o melhor óleo, colesterol e tantas outras que no fim acreditamos. Obviamente você não é obrigado a concordar, mas todas elas tem logica explicada por diversos médicos e especialistas que foram entrevistados por Tom Naughton.
Naughton é um ex-comediante stand up, que decidiu dirigir e produzir esse documentário para provar que para uma dieta saudável, temos que diminuir os carboidratos, açúcar e amido, independente aonde se come, podendo ser até no McDonald's.

Outro ponto que ele ataca é a tal ''epidemia'' de obesos nos Estados Unidos, onde isso não é verdade, onde estatísticas são manipuladas para o governo por cientistas desonestos e que pensam somente no interesse financeiro. No inicio do filme, segundo ele, levou três horas para conseguir alguns minutos de filmagens de pessoas obesas. Agora vamos ser sinceros, aqui no Brasil também existe essa epidemia, não tanto quanto por lá, mas quantas pessoas realmente gordas vemos nas ruas ? Vimos muita acima do peso, mas obesas não são muitas.


 A tabela IMC também é muito contestada, pois após sua criação, pessoas da noite para o dia se tornaram obeso tipo I, sendo que, gordo não é sinal de doente, pois pode ter colesterol (LDL/HDL), diabetes e outras taxas diversas melhores que uma pessoa mais magra e aparentemente mais saudável.
Esse sistema não leva em conta se a pessoa tem o peso concentrado também nos braços e perna se sim o peso em si.

Vamos a um exemplo:
Para quem não conhece, a foto abaixo é de Mariusz Pudzianowski , vencedor por 5 vezes do ''World's Strongest Man'', o concurso de homem mais forte do mundo e atualmente lutador de MMA. Ele tem 1.86m e pesa (de acordo com seu site) 146 kg.
Pelo calculo IMC, ele é obeso mórbido !!!!!




Quer outros exemplo de obesos e sobre pesos famosos ?
Shaquille O'Neal - 2.16 m/147 kg
Cain Velazquez - 1.85 m/109 kg
Fedor Emilianenko - 1.83 m/105 kg
Tom Brady - 1.93m/102 kg

Poderia colocar inúmeros exemplos, faça o calculo e comprove !!!
Resumindo, não podemos julgar nossa saúde com uma tabela e sim com testes para ver os níveis de colesterol, gordura, açúcar, sal...

Voltando ao filme, no colesterol, vários especialistas concordam que não existe ligação com problemas cardíacos e que a gordura é muito importante para nós, menos a trans. Falando na trans, nos Estados Unidos existem um tal de CSPI (Center for Science in the Public Interest ou Centro de Ciência no Interesse Publico) um grupo sem fins lucrativos (e fanáticos) em favor de alimentos ''saudáveis'' e ''seguros'' que chegou a fazer campanha em favor da trans, durante a década de 80 !!!
Nesse período, varias cadeias de fast food, trocaram sebo e óleo de coco para óleos vegetais, que contém menos gordura saturada e mais trans !!! Essa atitude foi muito elogia pela organização !
Mas no inicio dos anos 90 se desculparam pela burrada que cometeram...


O documentário trás também a ciência e política por trás das recomendações nutricionais dadas pelo governo dos EUA, em grande parte, com base na hipótese lipídica (biomoléculas compostas por carbono (C), hidrogênio (H) e oxigênio (O), fisicamente caracterizadas por serem insolúveis em água, e solúveis em solventes orgânicos,1 como o álcool, benzina, éter, clorofórmio e acetona), que FAT HEAD afirma é um erro em todos AS suas principais proposições. O filme afirma que a hipótese lipídica não tem base em fatos científicos. De acordo com ele, entre outras fontes, tais como Mark Sisson, famoso personal americano, nunca houve um estudo científico único que ligou uma dieta rica em gordura para aumento das taxas de doenças cardíacas. Durante o filme foram entrevistados vários médicos e nutricionistas e todos eles afirmaram que, de acordo com as últimas pesquisas em doenças do coração é a inflamação e não uma dieta rica em gordura saturada, que provoca doenças cardíacas e ataques cardíacos, alguns dos quais dizem que a inflamação é causada por açúcar elevado no sangue.

No seu experimento, Naughton faz uma dieta nos fast food, comendo principalmente alimentos do McDonalds. Por sua ingestão diária, ele pretende ingerir 2.000 calorias com cerca de 100 gramas de gordura por dia, dos quais cerca de 50 gramas estão saturadas. Ele também decide caminhar seis noites por semana, em vez de sua habitual três. Depois de um mês comendo desse jeito, seu colesterol total diminuiu.


No final, Naughton detalha como ficou suas taxas de colesterol entre outras coisas; seu humor não esteve alterado em nenhum momento, sua vida sexual se manteve a mesma (segundo sua própria mulher), enfim, parece que deu certo !

Outra coisa legal que o filme questiona (no caso, lá nos Estados Unidos, mas por aqui também vale), hoje os pais costumam buscar seus filhos na escola, enquanto que antigamente os alunos iam e voltavam a pé e assim fazendo exercício e não engordando, ou engordando menos. Outra coisa que podemos notar é que as crianças não costumam mais brincar na rua, e sim ficam em casa no computador ou no telefone. No meu caso eu chegava eu da escola, fazia as lições de casa e ia para rua jogar bola, hoje é difícil encontrar uma turma brincando na rua.


Algumas curiosidades que foram concluídas com o filme (retiradas do site oficial):

*Nunca houve um único estudo que prova que a gordura saturada causa doença cardíaca.

*Como as taxas de doenças cardíacas foram subindo rapidamente em meados de 1900, o consumo de gordura animal estava indo para baixo, não para cima. O consumo de óleos vegetais, no entanto, estava subindo drasticamente.

*Metade das vítimas de ataques cardíacos têm colesterol normal ou baixa. Autópsias realizadas em vítimas de ataque cardíaco rotineiramente revelam artérias entupidas cujo colesterol era baixo

*Índios asiáticos - metade dos quais são vegetarianos - tem uma das mais altas taxas de doenças cardíacas em todo o mundo.

*As crianças que foram diagnosticadas com deficit de atenção foram tratados com sucesso por re-introduzir as gorduras saturadas naturais em suas dietas. Seu cérebro é feito em grande parte de gordura.

*Muitos epilépticos têm reduzido ou eliminado convulsões, adotando uma dieta pobre em açúcar e amido, e rica em gorduras animais saturadas.

*Apesar de tudo o que você já ouviu falar sobre a gordura saturada sendo associada ao câncer, essa conclusão é estatisticamente fraca. No entanto, há uma forte ligação entre o açúcar e câncer. Na Europa, os médicos dizem aos pacientes, que ''o açúcar alimenta o câncer."

*Ser gordo não é, em si, ruim para sua saúde. Os comportamentos é que podem fazer você virar gordo, comendo em excesso açúcar e amido, e não fazendo qualquer exercício, por isso que ser gordo é associado a problemas de saúde. Mas é perfeitamente possível ser gordo e saudável. Também é possível ser magro e ter desenvolvido diabetes tipo II e doenças cardíacas.

*Gordura saturada e colesterol ajudam a produzir testosterona. Quando os homens limitam a sua gordura saturada, o seu nível de testosterona cai. Portanto, a gordura saturada não vai prejudicar o desempenho sexual.

Site oficial:
http://www.fathead-movie.com/


''Gordinho saudável'' é um mito, diz pesquisa

Como contra ponto ao FAT HEAD, irei colocar uma pesquisa que localizei quando estava preparando esse post.

Defendida por uma corrente de endocrinologistas e nutricionistas, a ideia de que um individuo com sobrepeso possa ser um 'gordinho saudável' não passa de um mito, segundo uma nova pesquisa.

O estudo, conduzido por cientistas canadenses com mais de 60 mil pessoas, mostrou que o excesso de gordura ainda traz riscos à saúde, mesmo quando os níveis de colesterol, pressão arterial e açúcar são normais.

Divulgada na publicação científica Annals of Internal Medicine, a pesquisa analisou resultados de mais de 1 mil outros estudos publicados sobre o tema.

Os pesquisadores do Hospital Mount Sinai, em Toronto, terminaram por contradizer a máxima de que o excesso de peso não implicaria necessariamente em riscos para a saúde desde que os indivíduos se mantivessem saudáveis de outras maneiras.

O levantamento concluiu que pacientes com sobrepeso cujo coração foi monitorado por mais de 10 anos não apresentaram qualquer melhora na saúde.

Os cientistas argumentam que os ''gordinhos'', apesar de metabolicamente saudáveis, têm, provavelmente, fatores de risco subjacentes que pioram com o tempo.

Responsável pelo estudo, Ravi Retnakaran disse à BBC: "Nossos resultados realmente colocam em dúvida a existência desse conceito obesidade saudável".

"Os dados sugerem que tanto os pacientes que são obesos e metabolicamente doentes quanto os que são obesos, mas metabolicamente saudáveis têm risco elevado de morte por doenças cardiovasculares. Nesse sentido, a 'obesidade saudável' pode ser considerada um mito."

A Fundação Britânica do Coração diz que a obesidade é um conhecido fator de risco para doenças cardiovasculares e as pesquisas mostram que não há nível saudável de obesidade.

Para a enfermeira chefe de doenças cardíacas Doireann Maddock, "mesmo se os níveis de pressão arterial, colesterol e açúcar no sangue estiverem normais, a obesidade ainda pode colocar o coração em risco".

Ela destaca a necessidade de uma mudança no estilo de vida em detrimento de uma preocupação exagerada com os fatores de risco individuais.

"Além de acompanhar seu peso, se você parar de fumar, começar uma atividade física regular e mantiver a pressão arterial e o nível de colesterol a um nível saudável, você pode fazer uma diferença na redução de seu risco de doença cardíaca."

"Se você está preocupado com seu peso e quer saber mais sobre as mudanças que você deve fazer , marque uma visita com o seu médico."

Fonte:
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/12/131203_gordinhos_saude_mito_lgb.shtml

Mesmo com inúmeras pesquisas, acredito que nunca se irá ter 100% de certeza do que é melhor para a saúde, se possível, busque opiniões em mais de um medico ou nutricionista.
Pelos livros que li e profissionais que já fui paciente eu defendo que é possível estar acima do peso e ser saudável, simplesmente por experiencia própria.

Enfim, esse filme é muito esclarecedor e na minha opinião, muito melhor que seu ''concorrente'' e infelizmente não foi lançado no Brasil...

Trailer


Fat Head
Estados Unidos
2009 - 104 minutos

Direção:
Tom Naughton

Elenco:
Tom Naughton
Chareva Naughton
McDonald's
Coca Cola
E outros fast food

Download (versão legendada)
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Muito bom esse documentário

    Sabrina BH

    ResponderExcluir
  2. Uma pena esse filme ser desconhecido, vale muito a pena

    ResponderExcluir
  3. Quanto a dieta não existe qualquer dúvida, faz mais de 50 anos que o genial Vince Gironda explicou, muita proteína e frutas, o que mais destrói o organismo são os açúcares e produtos industrializados, só de cortá-los já se garante uma vida muito melhor.

    ResponderExcluir